Grupos Terapêuticos: Cessação do Tabagismo

O tabagismo integra o grupo dos transtornos mentais e comportamentais devidos ao uso de substância psicoativa na Revisão da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde (CID-10, 1997) e é a maior causa isolada evitável de adoecimento e mortes precoces em todo o mundo.

É reconhecido como uma doença epidêmica que causa dependência física, psicológica e comportamental semelhante ao que ocorre com o uso de outras drogas como álcool, cocaína e heroína. A dependência ocorre pela presença da nicotina nos produtos à base de tabaco. A dependência obriga os fumantes a inalarem mais de 4.720 substâncias tóxicas, como: monóxido de carbono, amônia, cetonas, formaldeído, acetaldeído, acroleína, além de 43 substâncias cancerígenas, sendo as principais: arsênio, níquel, benzopireno, cádmio, chumbo, resíduos de agrotóxicos e substâncias radioativas.

Desse modo, o tabagismo é causa de aproximadamente 50 doenças, muitas delas incapacitantes e fatais, como câncer, doenças cardiovasculares e respiratórias crônicas.

Pensando nisso a Secretaria Municipal de Saúde e Assistência Social, oferece Grupos Terapêuticos para Cessação do Tabagismo.

São utilizadas duas estratégias: Abordagem Mínima e Abordagem Intensiva ao Fumante.

A Abordagem Mínima ao Fumante é realizada por todo profissional de saúde, durante a sua consulta de rotina onde o tabagista é orientado sobre os males do vício.

A Abordagem Intensiva ao Fumante corresponde ao tratamento do tabagista em grupo com avaliação, acompanhamento e apoio medicamentoso através de sessões estruturadas. O acompanhamento, no Grupo Terapêutico, ocorre sob a supervisão de profissionais capacitados.

Como funciona o tratamento em grupo?

O tratamento em Grupo funciona através de reuniões estruturadas, cada uma com um tema e roteiro específico. As reuniões são realizadas semanalmente com duração de aproximadamente uma hora e meia, sendo supervisionadas por profissionais de saúde de nível superior capacitados no Programa Nacional de Controle do Tabagismo.

Para o participante que frequenta todas as reuniões é disponibilizado o apoio medicamentoso, O medicamento específico poderá ser prescrito pelo clinico geral a partir de uma avaliação clínica individual e realização do Teste de Fagerstron (grau de dependência física à nicotina) onde será constatada a necessidade do uso de medicamentos. O objetivo da terapia medicamentosa consiste em minimizar os sintomas da síndrome de abstinência e facilitar a abordagem comportamental.

O tabagista que deseja parar de fumar deve procurar a Unidade Básica de saúde deixar nome e telefone com o profissional responsável da Unidade e aguardar o retorno que informará data, local e horário do início do tratamento. As reuniões são realizadas no Centro Municipal de Saúde.

1

2